terça-feira, 3 de janeiro de 2017

::: Metade de mim é amor :::

Fazendo uma releitura, bem amarga pra um começo de ano, onde estou com a perna engessada, comecei esse blog pra desabafar de coisas do amor, tanto que dando uma lida aqui...que amargura...quantos altos e quantos baixos...quantos amores passados e a maior parte das vezes platônicos...
Eu sou muito amor e isso não é uma novidade para mim, logo que tentei me reconhecer já descobri isso em mim...gosto de ser assim e consequentemente gosto do que já vivi...gostei dos foras levados, das lágrimas derrubadas, das descobertas feitas e hoje estou aqui...firme e forte...passando por um bom momento do amor, um momento que nunca me chegava, hoje está aqui...perfeito e calmo? NÃO! O amor não é assim...mas compreensivo e simplesmente amor dos dois lados, o ingrediente essencial para um "Sucesso"...

Metade de mim é amor, e a outra metade também...Não há nada na vida que o amor não supera!

Desejo que quem é de amor, encontre o seu e quem não é...que se encontre também...


domingo, 11 de setembro de 2016

::: Coisas que aprendi com a minha mãe :::

Hoje estou com 29 anos, na verdade a um mês de completar os 30. Chego a pensar que, tinha muito mais medo de chegar a essa idade, hoje eu a venero! Ser adulta não é fácil, é bem difícil, mas a cada ano que passa me sinto uma pessoa melhor...

Aqui vou escrever sobre duas coisas que minha mãe me ensinou na vida e que todos os dias eu custo a lembrar e de vez aprender...

1. "QUERER NÃO É PODER (OU TER)"
Não no sentido de que não se deva lutar por aquilo que se almeja, e sim, por aceitar que nessa vida, nem tudo que queremos podemos ter, e que se queremos e não temos, apenas aceita e viva. Sempre fui dramática e sempre quis ter tudo do jeito que eu quis e não do jeito que deveria ser...essa frase que minha mãe sempre me dizia era em relação a coisas materiais, eu como toda criança sempre pedia mundos e fundos para meus pais, eles sempre foram muito humildes e não era que ela não queria me dar, ela não podia me dar as coisas que eu pedia. Mas, mal sabe ela, que com  uma frase simples, me ensinou uma coisa que levei pela vida toda. Nem todos meus caprichos podem ser atendidos! Ou até mesmo entendidos...Custo a aceitar ainda, essa é a verdade, ainda peno um pouco, por mais que levo esse ensinamento comigo, sempre quero as coisas e como quero, do jeitinho que eu e minha mente planejamos, e então, nesse momento penso sempre nessas palavras e tento dosar até onde posso e devo "lutar" para que eu tenha qualquer que seja o desejo.

2. POSITIVIDADE
Minha mãe não teve uma vida fácil, não teve oportunidade de estudar (por mais que queria), não teve oportunidade de ter uma carreira de sucesso (não por não ter tentado e por não ter tido oportunidade), não teve um companheiro parceiro (meu pai tem mil defeitos), não viajou e não conheceu lugares. A vida não deixou que as coisas fluíssem e tudo o que ela já viveu até hoje foi a duras penas. A vida foi dura para com ela! Mas, nunca, deixou de ser positiva e acreditar que por tudo que ela possa passar, as coisas vão se desenrolar e que não serão mais do que ela possa carregar. Por tudo que ela passou e que eu pude ver ela passando, eu só vi positividade ao lado dela...E por mais que as coisas tenham sido difíceis, ela sempre teve sorriso no rosto e alegria, e realmente as coisas nunca foram mais do que ela pode levar...e digo mais, ela é feliz mesmo sem a vida perfeita. Como não levar esse aprendizado para a vida? Seja positivo, a vida fica mais leve!

Essas são aprendizados que tento e mesmo assim ainda falho...

Mas a maior coisa que eu levo dessa mulher que eu tenho a honra de chamar de mãe...

ACREDITAR
Essa ela me ensinou com um dente de leão, desde criança, quando ela via o dente de leão, pegava um e pedia para que eu fizesse um pedido e assoprasse, sempre diz que os desejos são levados a Deus mais rápido, voando pelo ar...e logo depois pegava outro e assoprava no meu rosto...alma leve de criança...nunca deixou de ter...

Dentre tantas outras mil coisas que aprendi com ela, essas são as marcas dessa mulher que eu tanto amo...



segunda-feira, 1 de agosto de 2016

::: Quando acaba, uma carta aos amores perdidos :::

Maumau,
Eu sei que você odiava que eu te chamasse assim, mas não consigo fazer de outra maneira, isso me faz ser próxima de você, estou te escrevendo porque...realmente eu não sei por que, talvez para relembrar coisas que passaram, lembra o dia em que nos conhecemos? Fazia um dia frio e você mudou minhas idéias sobre o amor. Estava lá sentada no café Troiano lendo meu livro preferido, aquele que eu já li milhões de vezes e mesmo assim ainda leio como se fosse a primeira vez, pelo menos leio com a mesma expectativa. Eram poemas, não sei se você se lembra, lê-los me dava a sensação de já ter vivido uma grande história de amor, o que não era verdade. Já tinha vivido muitos romances arruinados, estava cansada de sofrer por amor e por isso me afundava em livros do tipo, é acho que essa parte você não sabia, sabe que sou romântica, embora apenas meus amigos mais íntimos conhecem esse lado. Estava em um dos meus poemas prediletos quando senti alguém atrás de mim, dizendo que o amor são para os fracos, olhei bruscamente para trás pra ver quem era o atrevido que estava tentando avançar o sinal vermelho da intimidade, era você com seus olhos fixos nos meus seios, já deveria ter percebido que não era um cara lá muito certo.
Mas, você desviou meu senso de perceber o certo e errado, com seus cabelos castanhos claros, sua pele branquinha e seu jeito tão homem de ser, suas linhas marcadas no rosto formando o maxilar mais lindo que eu já vi nessa vida. Sim, me apaixonei pelo seu maxilar, e não foi só por isso, seu peitoral mais tarde fez o maxilar perder o pódio.
Mauricio, estranhei quando você me disse que não acreditava no amor, e que nunca tinha se apaixonado, já que estava com 27 anos e tinha se envolvido apenas com 3 mulheres, todas as outras não passaram de pequenos brinquedos para você, não é? Era individualista demais para dar amor a outra pessoa, egoísta demais para amar alguém mais do que a si mesmo, mas eu não percebi isso, só percebi no tanto que você era dono de si mesmo, o porte lindo que você tinha, o jeito de falar, o jeito safadinho de olhar pra mim no canto dos olhos e me comer com o olhar, não tinha mesmo como me livrar de você, me apaixonei ali mesmo, sentada, encantada como uma criança vendo um doce.  

Dali pra frente o que poderia ter sido um relacionamento fracassado foi exatamente o contrário, sentíamos que um era complemento do outro, passávamos horas conversando sobre diversos assuntos, era tão bom não é, porém idéias diferentes sempre, como você é teimoso (tá eu sei que você vai pensar que a teimosa sou eu e vai fazer um grande discurso sobre isso). Logo estávamos completamente envolvidos, e como era bom estar com você, me sentia a mulher mais sortuda desse mundo, amava os finais de semana, só pra poder te abraçar e andar de mãos juntas pela rua, me sentia segura, acho que me sentia imponente do seu lado, nada me machucaria, eu era muito feliz, eu sorria sozinha e o meu motivo era você.

Só uma coisa me fazia infeliz e você sabe qual é, nunca dizer que me amava isso me incomodava, era como se vivesse numa eterna dúvida, mesmo sabendo pelas suas atitudes que me amava da sua maneira, eu queria palavras, sou apaixonada pelas palavras, queria poemas, poesias na minha vida, queria viver as mesmas palavras que eu sempre lia. Eu sei que se sentia mal por saber que não podia me dar o que eu queria, por mais que gostasse de mim, mas dizer que não sabia o que realmente era amar, eu nunca engoli. Como alguém não sabe se ama alguém? Ou se ama ou não se ama, não tem história, não tem receita, não tem formula é simples assim, amar e pronto, eu podia dizer, te amava, amava com todo meu ser, amor que vinha de dentro, forte, tanto que ria das suas piadas sem graça. Sim, elas eram sem graça, mas pra mim eram super engraçadas, só porque era você o amor da minha vida que estava contando.

Mas o dia que eu nunca imaginava que chegaria aconteceu, um dia que nem o de hoje assim, ensolarado, porém um dia frio, um dia lindo e gostoso, feriado seria perfeito se eu não tivesse brigado com você porque queria fazer alguma coisa no dia, afinal, perder um dia daqueles era bobagem, como sempre você me entendeu, fomos ao parque, estava tão realizada ali lembra, estávamos comemorando uma nova fase na minha vida, mas sabe, estava certo, algo me faltava, me faltava ouvir da sua boca o que eu tanto queria, mais uma vez fui pedir e brigar da sua falta de palavras, mas nunca imaginei que sua resposta fosse tão decidida, pensei que você iria fazer como todas as vezes que a gente brigava, estava esperando pelo seu silêncio e logo depois pelo seu jeito de ignorar meu jeito turrão, de falar coisas como se uma briga não tivesse existido. Mas não, você me disse com a cara mais séria do mundo, a expressão que eu não esperava, disse as palavras que eu não queria ouvir. Como assim não dava mais? Como assim era melhor a gente terminar? Eu te agarrei com força para que você não me deixasse, pedi, pedi, pedi mas você realmente estava decidido, as lágrimas que caíram aquele dia no meu rosto, não saíram dos olhos, saíram do coração, meu coração estava chorando, estava pedindo pra eu acordar daquele pesadelo, só podia ser um sonho ruim, porque você sabe sempre choro em sonhos ruins. Acho que tentei de tudo, ali a minha auto estima começou a se reduzir. Você se foi, me deixou ali sozinha, eu e meu coração despedaçado, eu e minha dor, eu e eu mesma, chorando em prantos, soluçando a verdade, ali começou a minha solidão eterna, o meu vazio.

Os dias que se passaram para mim foram terríveis talvez os piores da minha vida, meu coração já não me pertencia mais, sentia como se tivessem arrancado do meu peito e jogado fora, um vazio imenso fazia parte do meu dia a dia. Foram longos dias chorando, todos os dias quando acordava tudo parecia ter sido um sonho, demorava para levantar pois sabia que teria de enfrentar mais um dia sem você, tudo doía, a mente era minha pior inimiga, tudo o que fazia meu pensamento se transportava para você, tudo era você, um cheiro, uma pessoa na rua, um carro passando era o seu, não agüentava mais aquela dor, aquele peso, aquele vazio, a dor no ventre, a falta que eu sentia de você fazia com que tudo em mim faltasse, e assim foi, nunca mais senti felicidade, demorei um bom tempo a sorrir a toa novamente e até hoje, mesmo meu amor tendo se apagado, nunca achei alguém tão bom quanto você, ninguém substituiu a pessoa que você foi pra minha vida.

Deixar o passado para trás é muito difícil. Tão difícil quanto conviver com ele. O passado teima em voltar via internet, via encontros nessa cidade que se torna pequena, via música, via Fulano que viu Ciclano com Beltrano. O passado insiste em se fazer presente e você tem que empurrá-lo para que ele volte para o seu lugar. Mas, sabe estou feliz pela nossa amizade, estou feliz por ela não ter morrido, de poder pedir conselhos pra você e saber que posso sempre contar com você que estará lá me ajudando. Acho que sei porque comecei a escrever essa carta, pra te dizer que fraco não é aquele que ama, mas sim fraco é aquele que não sabe amar, não deixe o tempo passar e não seja pra sempre o fraco que está sendo, por mais que eu tenha sofrido, eu sei o que é amar alguém, e acredite até o sofrimento se torna bom quando vivemos algo intensamente. Você deve estar se perguntando pra onde foi todo meu amor, não sei, dizem que amor não morre, acho que não morreu, está aqui torcendo por você apagadinho, machucadinho, se transformou numa coisa linda que eu não sei se tem nome, mas uma coisa eu sei, o amor se foi.

Ainda espero ver você apaixonado, esse é meu desejo pra você, além de desejar sua felicidade, espero que tenha o privilégio do amor, olhar nos olhos de uma pessoa e desejar que o mundo pare ali, só porque a coisa mais linda está ali. E eu, bom eu estou procurando, não achei, quero viver agora um amor completo, quero olhar nos olhos e além de ver a coisa mais linda, quero ver também o amor por mim, pois a maior perda nessa história com certeza, foi o meu amor próprio, estou o procurando de volta, quero me encontrar no olhar de outro alguém, quero me ver nele, e então poderei denovo sentir que o que me completa e que tira esse vazio que ficou, está bem ali no fundo daqueles olhos que me amam.


E voltar a ser feliz....

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

::: Minha Paixão:::

De todas as paixões e amores que tive na vida (e tenho certeza das que também ainda terei), não existiu amor maior do que eu sinto pela minha mãe.
Há 3 meses atrás ela foi diagnosticada com câncer, essa palavra que assusta, essa palavra que a anos atrás era sinônimo de morte. Graças a Deus, hoje já não é mais...
A primeira pessoa que recebeu essa notícia em casa foi eu...engraçado como a vida trabalha não é? Era um dia comum, e minha mãe deveria passar por uma colonoscopia pois a algum tempo ela vinha com alguns problemas de saúde. Nesse dia, como minha irmã não trabalha, ela que iria acompanhar minha amada mãe, mas como eu disse, a vida é engraçada...meu sobrinho passou mal e eu tive que ir no lugar de minha irmã que por sua vez teve que cuidar de seu filho.
Chegamos normalmente ao hospital e ela fez o exame, foi ai que o médico me chamou na sala quando ela ainda estava meio grogue do exame e ele me disse uma frase que jamais vou esquecer:
- Sua mãe está com um tumor, não sei dizer a gravidade, porém vocês tem que correr pois está bem avançado.
O chão saiu debaixo de mim e após a palavra "tumor" eu não ouvi mais nada. Sai da sala meio em transe, pensamentos se enrolando e não formando nada, só desespero. Fui ao banheiro e fiz o que estava com vontade desde que ouvi o médico e o tumor, chorei...era a única coisa que eu podia fazer no momento. São nesses momentos que a gente percebe o amor e a força que a gente tem. Reuni forças não sei de onde e levei minha mãe para casa sem chorar na frente dela.
O segunda baque nessa história foi o dia que saiu o resultado do exame..."adenocarcinoma moderadamente invasivo", ao qual logo fui a internet pra procurar sobre o assunto e descobri ser um câncer colorretal, dica pra quem está passando por isso, jamais procure na internet, foi a pior coisa que poderia ter feito. Descobrimos que se tratava de um tumor maligno e a parte "moderadamente invasivo" era o que mais me assustava.
Passei dias chorando, chorando, chorando, pensei que iria perder minha mãe e esse pensamento era o meu maior pesadelo se fazendo real. Ela, por sua vez, se mostrou mais do que nunca a mulher por quem eu admiro, forte, positiva sempre e com um sorriso no rosto dizendo que ia enfrentar e vencer!
Os dias foram se passando e parecia uma eternidade, ela teve que passar por milhões de exames e a cada descoberta meu coração foi se aliviando mais. Resumidamente...descobrimos que o tumor era pequeno que não estava tão profundo e o mais importante...não havia mestástase.
Meu maior medo desde a descoberta, era que o médico nos falasse que não havia mais chances, acho que esse é o real medo do câncer. Mas então, o médico falou que ela passaria por uma cirurgia e que como o tumor era pequeno poderia ser uma cirurgia sem grandes cortes chamado laparoscopia. Meu coração se encheu de esperanças pois as chances dela passar por isso e se curar agora eram grandes.
Nesse momento, a 4 dias, minha mãe passou pela cirurgia, tão confiante e positiva como sempre, ela passou por isso com muito otimismo e humor. A recuperação dela está magnífica e a cada dia que passa ela está melhor.
Minha mãe não tem convênio médico, infelizmente os valores para uma pessoa com mais de 60 são absurdos e não conseguimos dar essa segurança e cuidado a ela. Confesso que quando descobri minha mãe doente e tendo que ser tratada pelo SUS me assustei demais, porém onde pudemos adiantamos tudo, alguns exames fizemos pelo particular pela demora, porém as consultas e a cirurgia foi tudo muito rápido, me surpreendi com a rede pública para casos com urgência, em três meses tudo aconteceu e graças a Deus hoje o tumor não faz mais parte da minha mãe, tivemos uma vitória grande nessa luta. Ela ainda não acabou, ainda tem a parte da quimioterapia e tal que ainda nem sabemos como será, mas tenho certeza que ela, minha amada e positiva mãe, passará por isso facilmente.
Eu sempre admirei por demais a dona Deli, a vida nunca foi fácil para ela, porém ela sempre lutou de frente por todos os desafios, mas hoje, eu consigo admirar a amar (como se fosse possível amar mais do que já amo) ainda mais essa mulher, ela passou por esse momento com maestria, com força e segurança de que tudo ia dar certo.
Se hoje você está lendo esse texto por que está passando pela mesma situação, tenha em mente sempre a positividade, ela faz milagres. Por mais difícil que seja a caminhada seja firme, olhe pra frente com determinação de que isso vai passar e tudo vai ficar bem...se deixar se abater as coisas ficam bem piores do que já são.

Eu deixo aqui para o final uma música que minha mãe após a descoberta sempre cantarola aos quatro ventos:

"A vida é pra quem sabe viver
Procure aprender a arte
Pra quando apanhar não se abater
Ganhar e perder faz parte

Levante a cabeça, amigo, a vida não é tão ruim
No mundo a gente perde
Mas nem sempre o jogo é assim
Pra tudo tem um jeito
E se não teve jeito, ainda não chegou ao fim

Mantenha a fé na crença, se a ciência não curar
Pois se não tem remédio, então remediado está
Não é um perdedor
Quem sabe a dor de uma derrota enfrentar
E a quem Deus prometeu, jamais faltou
Na hora certa o bom Deus dará

Deus é maior!
Maior é Deus, quem tá com Ele nunca está só
O que seria do mundo sem Ele

Chega de chorar
Você já sofreu demais, agora chega
Chega de achar que tudo se acabou
Pode a dor uma noite durar
Mas um novo dia sempre vai raiar
E quando menos esperar, clareou

Clareou..."

quinta-feira, 12 de março de 2015

::: Um belo dia resolvi mudar...:::

...E fazer tudo o que eu queria fazer...

O bom de renovação e recomeços são as mudanças que fazemos em nossas vidas...após toda tempestade tem um lindo sol...isso é regra pra vida toda...

Cuidar de nós mesmos é essencial e muitas vezes nos esquecemos dessa atenção necessária...

Há muito tempo estava em busca de equilíbrio e estou finalmente conseguindo chegar em minhas metas...mas só após uma tempestade muito grande pra que eu pudesse me mover em relação a mim mesma...

O foco agora é esse...

PAZ NA VIDA!


domingo, 1 de fevereiro de 2015

::: Voltas que a vida dá :::

Jamais vou entender...te dão um doce...você desfruta...te tiram o doce...e ai?
E AI? O que fazer...você já conhece aquele sabor...você sempre vai querer mais...mas simplesmente não pode mais sentir...Seu mundo praticamente pára de girar...pensei que nunca mais sentiria de novo aquela dor...aquela dor...ela te sufoca...tira o seu ar..aperta seu peito...te mostra todo seu lado fraco...Acordar é sempre acordar pra um pesadelo que nunca se vai...Você não é mais você por um tempo...TEMPO...e de novo você precisa dele pra apagar tudo da memória e tentar recomeçar...a partir de então você só quer que o tempo passe...
Não consigo ainda ver o por quê...deve ter um motivo...tudo na vida tem um...e isso que mais uma vez acontece na minha vida tem uma razão...só sei que vai demorar pra entender...sempre demora...só fico aqui esperando os dias passarem e pensando todos os dias mais uma vez...por que não deu certo?

Coração aguenta, por favor.

Você é forte...e eu sei disso...

Voltas que a vida vai dar!


quinta-feira, 27 de novembro de 2014

::: Eu queria :::

Eu queria fazer academia...
Eu queria aprender de uma vez por todas a falar inglês...
Eu queria largar meu emprego...
Eu queria ter meu próprio negócio...
Eu queria trabalhar com flores...
Eu queria emagrecer...
Eu queria que a imunidade do meu corpo fosse mais forte...
Eu queria largar de fazer alguns dramas...
Eu queria fazer terapia...
Eu queria casar no Hawai...
Eu queria reclamar menos da minha vida...
Eu queria dar mais atenção para meus pais...
Eu queria fazer algo extraordinário pra minha mãe...
Eu queria estar mais presente na vida da minha sobrinha/afilhada...
Eu queria que meu irmão fosse mais presente em nossas vidas...
Eu queria ser mais presente na vida do meu irmão...
Eu queria poder falar o que eu penso sem remorso...
Eu queria que não existisse política...
Eu queria que o mundo não fosse tão injusto...
Eu queria ser sempre 100% e não quase sempre 50%...
Eu queria que a água no mundo fosse infinita...
Eu queria que as pessoas cuidassem mais da natureza...
Eu queria que não cortassem mais árvores...
Eu queria fazer mais uma tattoo em homenagem a minha mãe...
Eu queria ter mais tempo pra me cuidar mais...
Eu queria também me cuidar mais...
Eu queria viajar bem mais...
Eu queria morar numa cidade tranquila...
Eu queria que não existissem chefes e que eles se transformassem em líderes...
Eu queria dormir bem mais do que eu durmo...
Eu queria fazer artesanatos...
Eu queria aprender a tocar violão...
Eu queria tocar piano...
Eu queria pintar...
Eu queria que a arte fosse mais presente na minha vida...
Eu queria me dar melhor com meu pai...
Eu queria que minha mãe fosse eterna...
Eu queria por que não, o que todos querem...dinheiro...
Eu queria trocar de carro...
Eu queria comprar um lugar pra chamar de meu...
Eu queria conseguir ter uma religião...
Eu queria que não me cobrassem uma posição sobre religião...
Eu queria que meu cachorro Júnior tivesse aqui ainda...
Eu queria ter um poodle toy...
Eu queria ter um labrador...
Eu queria ter um pastor alemão...
Eu queria ser mais calma...
Eu queria ser mais paciente...
Eu queria não ser tão ansiosa...
Eu queria publicar mais no blog...
Eu queria escrever mais em um diário...
Eu queria acender mais incensos...
Eu queria acender mais velas...
Eu queria acreditar em anjos...
Eu queria não ter perdido tanto meu lado criança...
Eu queria ter puxado mais características da minha mãe do que do meu pai...
Eu queria ser mais mulher e mais homem...

Eu queria...Eu quero...

E dessa lista muito já se transformou em "EU TENHO" e já não está mais ai...essa lista nunca terá fim...

Algumas coisas serão...outras com certeza não...como dizia minha mãe...

                                           *..."QUERER NÃO É PODER"...*

Por isso temos a luta...e ela se chama vida...


quarta-feira, 26 de novembro de 2014

::: Encontrar o amor :::

Depois de 8 meses de namoro, após 5 anos solteira, a vida tem me dado cores e sabores totalmente diferentes para testar, e digo que é muito bom mesmo ter alguém, a parceria, o companheirismo, a amizade, o dividir, o aturar, o sentir todos os dias e, o amar.

Ah o amor, eu já sabia que o amor fazia parte de mim e que era muito importante para a minha felicidade...mas hoje, vejo que ele é essencial para mim...a felicidade que eu desfruto quando amo é o que eu preciso pra alavancar qualquer outro setor da vida, como diz aquela famosa frase:

                                         *"Metade de mim é amor, e a outra também". *

Não estou dizendo que minha felicidade depende de ter alguém ou que a felicidade seja esse outro alguém, mas a minha felicidade é poder sentir amor.

Na verdade, me redescobri quando encontrei esse amor do momento, percebi que na verdade eu sempre fui feliz o tempo todo, independente do meu estado sentimental, sempre achava que faltava alguém do meu lado para ser completa, muito me enganei, sempre fui completa e feliz em todas as fases da minha vida...e o amor sempre foi o complemento apenas.

Outra verdade aprendida por mim, sobre mim, o amor que mais me faz bem é aquele que me traz paz...aquele que me dá segurança e é esse amor que eu quero que faça parte sempre da minha vida.

Aprendi que sempre fui feliz, mas aprendi também que os diferentes tipos de amor que vivi é que fazem essa felicidade ser sentida com mais ou menos intensidade e aproveitamento.

A vida é muito louca, como já disse em vários momentos e aqui mesmo nesse blog, ela dá inúmeras voltas, então que esse amor seja o mesmo do meu grande ídolo, Vinicius de Moraes...

                                             *"Que não seja imortal, posto que é chama*
                                               *Mas que seja infinito enquanto dure."*





segunda-feira, 21 de julho de 2014

::: Príncipe da moto branca :::

..."E o príncipe veio, não de cavalo branco como sempre diziam a ela, mas sim, em cima de uma moto, daquelas bem barulhentas que ela, nunca na vida, gostou...tem/tinha medo, não só da moto mas do príncipe, alguns sapos vieram travestidos de príncipe, até que enganaram bem por um tempo, mas algo lá no fundo não completava essa menina, ela queria mais do que aquelas migalhas dadas a ela.
Mas ele veio, e veio com vontade, veio com vida, disposto a tratar como uma princesa, que ele quer transformar em rainha, e faz todos os dias, tudo como ela sempre desejou, tudo como ela sempre sonhou desde menina, desde os tempos em que ela ainda acreditava nos príncipes de cavalo branco.
Ele não abre a porta do carro pra ela, e nem fica fazendo pose frente as pessoas pra mostrar que é um cara legal, não precisa dessas coisas, porque a faz se sentir tão querida que essas coisas pequenas não fazem falta nenhuma no príncipe encontrado.
Ela agora se sente completa, dá pra ver no sorriso que anda mostrando por ai, se encontra inúmeras vezes cantando sozinha, de olhar a lua e agradecer, pois, quantas vezes ela pediu que a lua trouxesse logo um amor pra chamar de seu...
Ela anda muito feliz, está a procura agora do 'felizes para sempre'...do 'final feliz', que desde que o príncipe veio, a cada dia que passa, parece estar mais perto.
Ainda tem medo de moto, mas desse amor, medo não tem mais não!"...

principe cavalo branco

segunda-feira, 7 de abril de 2014

::: Vão no coração :::

E foleando palavras esquecidas, parei em 19/08/2011...

Tem um vão no meu coração
Procuro você, sei que em algum lugar está
E quando te encontrar, nossas almas vão se encaixar
Não haverá  mais vão nesse coração...

Tem um vão no meu coração
E se a vida deixar vou te colocar
Aqui bem ao lado meu
Será só você no meu e eu no seu
Não haverá mais vão nesse coração...

Tem um vão no meu coração
Pessoas vem e vão
Mas o vão do meu coração
Não quer saber de se preencher não
Espero por você e então
Não haverá mais vão nesse coração...

Tem um vão no meu coração
E, é você, que eu nem sei quem
Que preencherá muito bem
O vazio desse peito
Não haverá mais vão nesse coração...

Vão...não...




quarta-feira, 6 de novembro de 2013

::: Somente sei :::

O gostar é algo fascinante...penso em você toda a hora e palavras foram formando frases...eis que isso se formou em um banho em um dia qualquer...aquela 25ª vez que estava pensando em você...isso é pra você mesmo que não mereça =P

Eu sei que gosta de mim!
Sei que pensa em mim quando acorda e quando vai dormir,
Sei também que pensa em mim algumas vezes no dia, não tantas quanto eu penso em você, mas pensa!
Sei que quando vou embora você deseja que eu fique.
Sei que você deseja dormir do meu lado me abraçando e sentindo o cheiro do meu cabelo.
Sei que gostaria de acordar do meu lado e beijar minha testa e me fazer carinho por uma manhã toda.
Sei que tem ciúme de mim e que briga tanto pra não transparecer que transborda.
Sei que deseja ter minha presença do seu lado por uma vida toda, não importando se sendo sua.
Sei que gosta do cheiro que eu tenho e que eu sei que não é apenas meu perfume e sim somente meu cheiro.
Sei que tem medo de mim e do que posso despertar em você.
Sei que tenta fazer que não mas eu sei que é sempre sim.
Sei que não gosta de falar o que está tão transparente quanto a água.
Sei que gosta apenas de acontecer.
Sei que pode ser amanhã, ou depois, mas sei que vai ser.
Sei que gosta de mim mas mais ainda sei que eu gosto de você!
Sei que você é meu, e sei que eu sou sua!



segunda-feira, 8 de julho de 2013

::: Viver intensamente :::

O que é viver intensamente?

Pra mim são inúmeras coisas que com certeza pra muita gente não é...tenho uma vida nada regrada, muitos diriam meio louca e tem a parte bem regradinha, trabalhadora e boa filha...a que mais me faz feliz é aquela que eu posso ser eu mesma sem me importar com nada e nem pensar no que é certo e errado...essa me faz feliz...pena que só posso viver essa parte de vida pouquíssimas vezes...

Não há receita pra viver intensamente, pois só nós mesmos sabemos o que nos faz feliz e ser feliz automaticamente nos levam pro lado do intenso...não tem algo mais intenso do que ser feliz...não importa se são poucos os momentos...é tão fácil ligar os pontos e coisas mas nós custamos a querer fazer...custamos a querer acreditar que somos felizes...felicidade não está a todo tempo com a gente, somos seres humanos e mentes frágeis...

Ligue os pontos da sua vida, da sua intensidade e seja feliz...


sexta-feira, 7 de junho de 2013

::: Caminhando e Cantando :::

Sabe quando o universo conspira a seu favor e as coisas começam a caminhar juntas...parece que sua vida foi colocada numa orquestra e tudo é colocado na sua frente para que simplesmente execute.São momentos colocados no seu caminho para que você os utilize.

São nesses momentos que sua vida muda, e que você alavanca, ou simplesmente morre na praia...ai vai do caminho e maneira que você usa desse artifício.

Várias coisas estão sendo postas bem na minha frente de maneiras e setores diferentes da minha vida...coincidências? Pode ser...porém, como não querer se mexer, isso já é um belo de um início...

O medo não faz mais parte dos meus dias, me sinto pronta pra caminhar...


terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

::: Pensamentos inúteis :::

Hoje fiquei com vontade de escrever, estava lendo um livro do Caio Fernando Abreu, ele escrevia tão bem, os pensamentos dele estão bem gravados em livros...enfim...coisas bem escritas me fazem pensar...e aqui estou eu...com mil pensamentos inúteis na mente...mas que bobagem, pensamentos nunca são inúteis.

Li sobre o velho e o novo, uma crônica muito boa. O fato é que tantas coisas se passaram nos meus 26 anos...tantos planos foram atendidos...tantos caminhos percorridos, quantos caminhos eu poderia ter percorrido...cheguei onde estou e...tenho que agradecer...outrora eu chorei...mas por esse motivo aqui estou...e o mais engraçado é que a maior parte das decisões dos caminhos que andei não foram minhas...chorei e chorei muito e hoje na verdade eu agradeço...Por isso o recomeçar é tão importante...e até o sofrer também. Posso dizer que estou feliz pelo caminho que percorri e pelo caminho que vou percorrer, ainda tenho muito a andar e muito a chorar...mas tenho certeza que o sorrir sempre estará comigo...

Ps. Outrora é tão old....rs






domingo, 16 de dezembro de 2012

::: Amadurecer :::

Quanto mais o tempo passa, mais eu vejo que a idade só nos faz bem...De maneira alguma para o corpo...esse é o que mais sofre...Mas sim para a mente, a gente aprende tanta coisa, vive tanta coisa, vê tanta coisa, aprende a dar valor a coisas que realmente merecem. Sabe sentir melhor quem é de verdade e quem é de mentira.
Claro, existem pessoas que a idade não faz diferença nenhuma na mente, continuam cada vez mais imaturos, entram para aquele grupo de coisas inexplicáveis da vida...mas de fato, uma hora ou outra, de alguma forma ou de outra, todos aprendem as lições que devem aprender.
Deus nos ensina de maneiras que jamais vamos entender por que, apenas ensina o que deve ensinar, ninguém passa por algo a toa nessa vida, é tudo muito difícil quando é ruim, ficamos perguntando por que tem que ser assim...e a resposta é uma desilusão maior...Simplesmente porque sim, porque tem que ser dessa maneira, porque você muitas vezes só aprenderia assim...Contestar é pior ainda, tem que aceitar e levar tudo de melhor pro coração...
Não sei se eu aprendi uma lição que deveria, mas nesses anos todos eu sempre fiz a pergunta, POR QUE TEM QUE SER ASSIM? E acho que hoje finalmente vejo o porque, talvez Deus conseguiu me mostrar, nunca teremos a certeza, mas o aprendizado está aqui...Olhar pra dentro porque o que tem por fora, não tem valor nenhum. Pessoas passaram na minha vida porque eu as escolhi, e as consequências são todas minhas...o que tinha valor pra mim na verdade não valia de nada...talvez hoje ainda erre...mas consigo ver bem melhor que um rostinho bonito não tem encanto nenhum perto de um coração grande, ou de simples gestos de altruísmo.
Que eu continue assim, vendo o que há de bom em um coração, quem sabe assim eu me dê melhor...

Ontem plantei flores,  no sentido real da frase, coloquei minhas mãos na terra, coloquei as sementes nos vasos, reguei com esperança de que ali, nasçam lindas flores. Tem pequenas coisas que fazem parte da gente, que nunca devemos deixar morrer...E faz tão bem...

E agora fica no sentido figurado, plante as flores na sua vida e cuide para que elas estejam sempre lindas...